FEPEC em prol da formação de platéias

A Federação Pernambucana de Cineclubes (FEPEC) avança na política de distribuição de filmes no circuito cineclubista. Desde setembro, com a visita do cineasta carioca Silvio Tendler, várias parcerias com realizadores puderam acontecer, permitindo não só ampliação do acervo da Federação, como também a distribuição, em sua maioria gratuita, de filmes recém-lançados para os cineclubes filiados.

Em entrevista ao presidente da FEPEC, Gê Carvalho, o cineasta Silvio Tendler ressalta a importância da distribuição de filmes via download como forma de fortalecer a formação de platéia. Silvio Tendler circula o país com o filme O veneno está na mesa. Confira a íntegra da entrevista no link: http://fepec.blogspot.com/2011/09/documentario-o-veneno-esta-na-mesa.html

E baixe gratuitamente o filme que discute o perigo dos agrotóxicos para a alimentação, uma excelente ferramenta para debates.

Logo em seguida, foi a vez do pernambucano Marcelo Pedroso distribuir o kit do filmePacific, composto pelo DVD e textos com comentários de críticos e realizadores. Vale lembrar que a ação do kit Pacific ainda não se encerrou. O cineclube interessado em adquirir deve entrar em contato com o Coordenador de Acervo da FEPEC, Raphael Malta, através do e-mail maltafepec@gmail.com ou pelo telefone 9992-4004. A postagem é gratuita, porém o cineclube se compromete com o envio do relatório da sessão.Ainda em pauta, tivemos a distribuição do filme Vou Contar Para Meus Filhos, de Tuca Siqueira. Um excelente relato sobre ex-presas políticas da Colônia Penal Feminina do Bom Pastor. Esta ação contou com a distribuição da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos da Prefeitura do Recife. E seguindo a linha da discussão de gênero, a FEPEC disponibiliza o poético As Filhas de Lilith, 26 pequenos filmes baseados nos contos da escritora pernambucana Cida Pedrosa.

Ainda vem por aí, Simples Mortais, do brasiliense Mauro Giutini. Filme vencedor dos prêmios de Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante no CinePE 2011. E o grande Di Melo, O Imorrível, de Alan Oliveira e Rubens Pássaro. Além do premiado KFZ 1348, a vida de um fusca pelas lentes de Gabriel Mascaro e Marcelo Pedroso.Para 2012, os cineclubes podem se preparar para a parceria com o realizador Neco Tabosa, diretor do filme A Vida Plural de Layka, em processo de finalização. Com o filme, a FEPEC inaugura o processo de cooperação técnica que favorece o trânsito livre entre realização e distribuição. Aguardem e participem da luta pela formação de público e democratização do audiovisual.

Anúncios

Obrigado por acessar o Nação Cineclube. Entraremos em contato.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s