Um olhar para a diversidade

forumdoc.bh celebra 15 anos de trajetória e reforça seu objetivo de pensar o cinema de uma forma mais democrática; programação ocorre durante 14 dias e reúne mostras retrospectivas, competitivas, curso e Fórum de Debates

Referência nacional na exibição do cinema de não ficção, o forumdoc.bh –  Festival do Cinema Documentário e Etnográfico de Belo Horizonte – apresenta a programação de mais uma edição, desta vez comemorativa, celebrando os 15 anos de sua trajetória. De 21 de novembro a 4 de dezembro, o festival vai exibir 100 filmes, diferentes em sua origem, forma e conteúdo, mas que possuem uma característica da mesma natureza: chamar a atenção para a diversidade de perspectivas.

A programação, tradicionalmente gratuita, contempla mostras retrospectivas de movimentos emblemáticos para o cinema documental, seleções competitivas nacional e estrangeira, um Fórum de Debates, o curso “Dilemas da Observação”, conduzido pelo cineasta Eduardo Escorel, sessões comentadas e, pela primeira vez no festival, o Encontro de Realizadores (mais informações abaixo). As atividades ocorrem, simultaneamente, no Cine Humberto Mauro | Palácio das Artes, no Centro Cultural da UFMG e Campus da UFMG.

Ao longo dos anos, o forumdoc.bh se transformou em uma importante janela de exibição, com o objetivo de pensar o cinema contemporâneo de forma mais democrática. “O festival abre espaço para realidades distintas, para produções realizadas por diversos grupos sociais. É uma forma de mostrar o que, muitas vezes, está ‘invisibilzado’, apesar da grande importância formal, estética e política dessas obras”, sublinha a coordenadora do forumdoc.bh, Júnia Torres.

Seguindo essa linha de raciocínio, a programação desta 15ª edição será inaugurada por um debate e, na sequência, pela exibição de dois filmes que marcaram o discurso documental, filmes que são totalmente alheios ao lugar-comum: o norte-americano Nanook, o esquimó (1922), de Robert Flaherty; e o inglês Drifters (1929), de John Grierson. A sessão ocorre às 14 horas, no Auditório Sônia Viegas, na Fafich | UFMG. Antes, às 11 horas, será promovida a conferência “Lições de Caça”, conduzida pelo índio yekuana e vice-presidente da Associação Indígena Hutukara, Maurício Yekuana.

Também como destaque da abertura do forumdoc.bh será exibido As Hiper Mulheres, documentário dirigido pelo antropólogo e cineasta Carlos Fausto, pelo documentarista Leonardo Sette e pelo curtametragista e indígena do Alto Xingu, Takumã kuikuro. A sessão será realizada às 19h30, no Cine Humberto Mauro. Logo após a exibição, os realizadores participam de um debate sobre o longa.

Júnia Torres ressalta que para celebrar este percurso de 15 anos do forumdoc.bh foram convidados  cineastas, antropólogos e estudiosos que ajudaram a construir a história do festival. Profissionais reconhecidos internacionalmente por sua importância na cena documental como Jean-Claude Bernardet, Vincent Carelli, Eduardo Escorel, Divino Xavante, Tânia Stolze e Altair Paixão estarãoem Belo Horizontepara participarem de sessões comentadas e mesas de debates. “Essas pessoas foram fundamentais para a construção do forumdoc.bh e por isso estarão aqui, nesta edição comemorativa”, destaca.

Mostras retrospectivas

Além das competitivas nacional e internacional, serão apresentadas três mostras retrospectivas. A Câmera e o Animal, um dos pontos altos desta edição, tem a curadoria do professor e etnólogo Paulo Maia, e vai apresentar alguns dos filmes que marcaram o percurso do forumdoc.bh. Todos os títulos têm entre si uma conexão, ligada à relação entre homem, animal e natureza. Temas como caça e pesca, touradas, experimentações com animais em laboratórios (só para citar alguns exemplos) estão presentes nessa seleção.

A mostra Cinema dos Povos Originários foca na experiência de dois países, Bolívia e México. Segundo suas curadoras, Junia Torres, Carolina Canguçu e Milene Migliano, são filmes feitos a partir do interior das próprias comunidades indígenas, discutidos e construídos coletivamente. É uma seleção que compartilha processos importantes realizados por etnias situadas nesses dois contextos, embora não abarque toda a pluralidade de experiências de apropriação das linguagens e do aparato fílmico em franco acontecimento nesses e em outros lugares.

Fechando as retrospectivas, o forumdoc.bh presta um tributo ao cineasta, escritor e artista plásticoFernando Coni Campos. Conhecido por ter feito um elogiado elo entre o cinema novo e o marginal, ele terá, pela primeira vezem Belo Horizonte, uma mostra dedicada ao conjunto de sua obra. Assina a curadoria dessa mostra o professor Ewerton Belico.

Já as Mostras Competitivas Nacional e Internacional reúnem obras premiadas em diversos festivais e dirigidas por nomes em ascensão na cena documental contemporânea comoCao Guimarães, Sérgio Borges e Ariel Ortega, do Vídeo nas Aldeias. Trabalhos da Rússia, Índia, Espanha, França, China, Polônia, Argentina e Canadá estão presentes na seleção estrangeira, que exibe 13 títulos, enquanto a nacional está presente com 19 produções. Veja abaixo todos os títulos das competitivas.

Debates e curso com Eduardo Escorel estão na programação

Com o intuito de ampliar as discussões acerca dos temas levantados pela 15ª edição do festival, serão realizados um Fórum de Debates, o Encontro de Realizadores, sessões comentadas e o curso “Dilemas da Observação”, conduzido pelo cineasta e crítico Eduardo Escorel, cuja seleção de alunos será anunciada até o dia 25 de novembro. O curso ocorre de 1º a 3 de dezembro, de 14 às 17 horas, no Cine Humberto Mauro | Palácio das Artes.

Para inaugurar os debates, como citado acima, foi convidado o índio yekuana Maurício Yekuana, para conduzir o seminário “Lições de caça”, que ocorre no dia 21 de novembro, às 11 horas, na FAE | Campus da UFMG. Ele vai abordar os processos de aprendizagem em jogo quando o assunto é tornar-se um caçador yekuana, povo karibe que vive na divisa entre Roraima, no Brasil, e a Venezuela.

“A tecnologia da caça/pesca e do cinema” é o tema da mesa redonda que será realizada no dia25 de novembro, às 10 horas, no Auditório Luiz Pompeu de Castro | Campus da UFMG. Nela estarão presentes o professor e pesquisador de cinema, Cezar Migliorin; o professor de antropologia e pesquisador de temas relativos a tecnologia de pesca e caça, Carlos Emanuel Sautchuk; e o etnólogo, cujo trabalho é centrado no estudo das práticas de conhecimento relativas aos animais e da caça com os Awá-Guajá, povo tupi-guarani do Maranhão, Uirá Garcia.

Tema da principal mostra desta edição, “O Animal e a Câmera” também será o assunto de um seminário que terá a participação do crítico português André Dias, do antropólogo e professor Renato Sztutman e do etnólogo, professor e coordenador do programa de extensão do forumdoc.bh, Paulo Maia. Esse seminário ocorre no dia 26 de novembro, às 21h30, no Cine Humberto Mauro.

Realizado pela primeira vez no forumdoc.bh, o Encontro de Realizadores reúne os cineastas dos filmes selecionados para a Mostra Competitiva Nacional. O objetivo é levantar uma discussão sobre o panorama da produção recente de filmes documentários no Brasil, rumos e temas em destaque nos filmes. O encontro ocorre nos dias 28 e 30 de novembro, às 10h30, no Cine Humberto Mauro.

Para encerrar o Fórum de Debates, será realizada a mesa redonda “Coletivos Audiovisuais Indígenas: formação de realizadores e constituição de redes de comunicação na Bolívia”. Programado para o dia 30 de novembro, às 21 horas, no Cine Humberto Mauro, o debate conta com a participação do coordenador do Cefrec/Caib Ivan Sanjinés, do realizador mexicano Carlos Pérez Rojas, do indigenista e cineasta Vincent Carelli e do professor e cineasta Ruben Caixeta.

 COMPETITIVA NACIONAL

  Acercadacana

Brasil | 2010 | cor | 20′
Direção: Felipe Peres Calheiros

As aventuras de Paulo Bruscky
Brasil | 2010 | cor | 19′
Direção: Gabriel Mascaro

Bicicletas de Nhanderú
Brasil | 2011 | cor | 45′
Direção: Sandro Ariel Ortega e Patrícia Ferreira

OMA
Brasil | 2011 | p&b | 22′
Direção: Michael Wahrmann

O céu sobre os ombros
Brasil | 2010 | cor | 72′
Direção: Sérgio Borges

O Brasil de Pero Vaz Caminha
Brasil | 2011 | cor | 17’40”
Direção: Bruno Laet

Diário de uma busca
Brasil/França | 2011 | cor e p&b | 105′
Direção: Flávia Castro

Ex Isto
Brasil | 2010 | cor | 86′
Direção:Cao Guimarães

Vó Maria
Brasil | 2011 | cor | 6′
Direção: Tomás von der Osten

O filme de Laura
Brasil | 2010 | cor | 82′
Direção: Fellipe Gamarano Barbosa

Lá do leste
Brasil | 2010 | cor | 28′
Direção: Carolina Caffé e Rose Satiko Gitirana Hikiji

Morada
Brasil | 2010 | cor | 78′
Direção: Joana Oliveira

Som Tximna Yukunang/ Gravando som
Brasil | 2010 | cor | 52′
Direção: Karané Ikpeng e Kamatxi Ikpeng

Oferenda
Brasil | 2011 | cor | 17′
Direção: Ana Bárbara Ramos

Um olhar passageiro
Brasil | 2011 | p&b | 21’41”
Direção: Pedro Carvalho

Ovos de Dinossauro na sala de estar
Brasil | 2011 | cor | 12′
Direção: Rafael Urban

Filme pornografizme
Brasil | 2011 | cor | 9’15”
Direção: Leo Pyrata

Santos Dumont : Pré-cineasta?
Brasil | 2010 | cor | 64′
Direção: Carlos Adriano

Tokiori- Dobras do Tempo
Brasil | 2011 | cor | 110′

Direção: Paulo Pastorelo

 COMPETITIVA INTERNACIONAL

 Amanar Tamasheq

Espanha/Mali | 2011 | cor | 14′
Direção: Lluis Escartín

Dom
Rússia | 2011 | cor | 95′
Direção: Olga Maurina

Fragments d’une révolution
França | 2010 | cor | 55′
Direção: Anonymous

La mort de Danton
França | 2010 | cor | 64′
Direção: Alice Diop

Los Ulises
Espanha | 2011 | cor | 83′
Direção: Agatha Maciaszek, Alberto Garcia Ortiz

Minhocão

França/Brasil | 2011| p&b | 30′
Direção: Raphaël Grisey

Moacir

Argentina | 2011 | cor | 75′
Direção: Tomas Lipgot

Pink Saris
UK / Índia | 2010 | cor | 96′
Direção: Kim Longinotto

Qu’ils reposent en révolte (Des figures de guerres I)
França | 2010 | p&b | 153′
Direção: Sylvain George

Saskatchewan
Canada/USA | 2011 | cor | 18′
Direção: Richard Wiebe

Shuai Jun´s Childhood
China | 2010 | cor | 14′
Direção: Xingzheng Jin

Smolarze
Polônia | 2010 | cor | 15′
Direção: Piotr Zlotorowicz

Sonor
Alemanha | 2010 | p&b | 37′
Direção: Levin Peter

Assessoria de Imprensa

Sinal de Fumaça – A comunicação original

Fone: (31) 3264-4404 e e-mails: aline@sinaldefumaca.com.br,

Contatos: Aline Ferreira (31)8778-1774 e Sérgio Stockler (31) 9143-1001

Obrigado por acessar o Nação Cineclube. Entraremos em contato.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s