O novíssimo cinema brasileiro na VII Mostra Produção Independente

Lançamentos, debates e exibições fazem parte da programação do evento.  A estética e o mercado do cinema brasileiro mais atual estarão presentes nos filmes e nas discussões da VII Mostra Produção Independente – A Sétima Arte vai ao Mercado

Criação coletiva, orçamento apertado e a disposição de jovens cineastas para fazer filmes que fogem ao cinema clássico e a televisão. São as marcas de uma nova geração do cinema brasileiro que chega na VII Mostra Produção Independente – A Sétima Arte vai ao Mercado, entre os dias 18 e 22 de outubro, no Cine Metrópolis da UFES.

O evento discute a estética do baixo orçamento e inclui o Espírito Santo na rota de circulação dos principais longas metragens brasileiros do gênero.  Toda a programação do evento é gratuita.

O novíssimo cinema brasileiro está representado na Mostra Paralela de Longa Metragem que exibe pela primeira vez em Vitória os filmes A Alegria (foto acima), de Marina Melliande e Felipe Bragança; Riscado de Gustavo Pizzi; Os Monstros, de Luiz e Ricardo Pretti, Pedro Diógenes e Guto Parente. Na Mostra Paralela de longa metragem também estão a estreia de As Horas Vulgares, de Rodrigo Oliveira e Vitor Graize – fruto do primeiro edital para longa de baixo orçamento do Espírito Santo; e A Noite do Chupacabras, segunda parte da trilogia do cinema de horror de Rodrigo Aragão.

Para acender a discussão a Mostra propõe debates com os realizadores dos filmes sobre produção e difusão do audiovisual de baixo orçamento, além de promover um seminário sobre o mercado independente com empresas ligadas ao audiovisual. Durante o evento haverá também o lançamento da Revista Milímetros e a venda de DVD’s na lojinha do audiovisual.

A VII Mostra Produção Independente – A Sétima Arte vai ao Mercado é uma realização da ABD Capixaba em parceria com o SEBRAE- ES,  Secult-ES, Secretaria de Cultura de Vítória e a Secretaria de Difusão Cultural da Ufes.

Cinema Novíssimo

Além de serem produções de baixo orçamento, os longas metragens que compõem a mostra paralela tem em comum a bem sucedida carreira em festivais de cinema de todo o mundo – representantes da nova safra do cinema de autor no Brasil.

Segunda parte da trilogia ‘Coração no Fogo’,  A Alegria teve estréia mundial na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes em 2010. Logo depois o filme esteve em mais de quinze festivais internacionais e no Brasil passou por Tiradentes, levou dois Candangos no 43º Festival de Brasília e foi eleito Melhor Filme no Panorama Internacional de Cinema de Salvador.

Riscado tem no currículo prêmios como o de Melhor Atriz para Karine Telles no Festival do Rio 2010 e cinco kikitos no Festival de Gramado em 2011 (Melhor Direção, Melhor Atriz, Melhor Roteiro, Melhor Trilha Sonora e Prêmio da Crítica).

Já o filme coletivo Os Monstros rendeu comparações da crítica especializada com o Cinema Novo. O filme recebeu menção especial do júri na terceira edição Festival Internacional de Cinema Independente de Buenos Aires (Bafici).

Recém finalizado, o primeiro exemplar do cinema financiado pelo edital de longa metragem de baixo orçamento da Secult-ES, As Horas Vulgares já desponta na Semana dos Realizadores do Rio de Janeiro, assim como A Noite dos Chupacabras, que percorreu ainda os principais festivais de cinema fantástico da América Latina, entre eles o RioFan, o Rojo Sangre Buenos Aires e o Montevidéu Fantástico.

Mostra Competitiva

A programação da VII Mostra Produção Independente conta ainda com a tradicional Mostra Competitiva Capixaba, uma das principais janelas para o audiovisual local, que neste ano teve recorde de inscrições. Serão exibidos 19 curtas e médias metragens independentes que concorrem aos prêmios de Melhor Filme de Ficção, Melhor Filme Documentário e Melhor Videoclipe. Além disso, os selecionados também irão compor o DVD coletânea a ser lançado no evento e posteriormente distribuído para toda a rede de cineclubes do Brasil.

Rodada de Negócios

Realizada em parceria com o SEBRAE-ES e Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo (SECULT-ES), por meio da Rede de Apoio à Produção e Circulação do Audiovisual, a segunda edição da Rodada de Negócios do Audiovisual está marcada para a tarde de sexta-feira (21). A iniciativa propõe um espaço para que os realizadores capixabas possam apresentar seus produtos para possíveis compradores do setor, ou seja, emissoras de TV e distribuidoras, além de outros empreendimentos nacionais e internacionais que trabalham com comercialização, distribuição e difusão do audiovisual.

Participam da rodada representantes do Canal Brasil, SESC TV, POND 5, TV Cultura, a distribuidora Elo Company, Box Brasil, Contraponto, Curta o Curta, Porta Curtas e Synapse. Este ano, foi realizada uma oficina de capacitação prévia entre os realizadores que se inscreveram na rodada de negócios.

PROGRAMAÇÃO

Evento: VII Mostra Produção Independente – A Sétima Arte vai ao Mercado

Data: 18 a 22 de outubro de 2011

Local: Cine Metrópolis – UFES – Vitória/ES

18/10 – TERÇA-FEIRA

19h – Lançamento da Revista Catálogo Milímetros e livro “Direitos do Público’;

– Abertura da Lojinha do Audiovisual

20h – Abertura Oficial da VII Mostra Produção Independente da ABD Capixaba – A Sétima Arte vai ao mercado

– Lançamento do curta metragem “Ilhas Cayman” de Gabriel Perrone

– Lançamento do longa metragem “As Horas Vulgares” de Vitor Graize e Rodrigo de Oliveira (ES)

 

19/10 – QUARTA-FEIRA

14h – Debate com diretores – Vitor Graize e Rodrigo Oliveira

Mediação: Rafael Braz

19h– Mostra Competitiva Capixaba

• “Estranho Amor” – Lucia Caus

• “Homem Ilha” – Ana Paula Sobreiro e Daniela Camila

• “Raquetadas para a Glória” – Juliano Enrico

• “Um Sampaio Teimoso” – Nayara Tognere

• “Ao Vivo de Bergue” – Paulo Sena

• “Frestas” – Cineclube Cine Kbça e Atitude Jovem

21h – Mostra Paralela de longa metragem

“Os Monstros” – Direção: Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diogenes e Ricardo Pretti – Coletivo Alumbramento (CE)

 

20/10 – QUINTA-FEIRA

14h – A produção, difusão e a estética B.O – debate com o produtor Cavi Borges e os diretores Marina Meliande, Guto Parente e Rodrigo Aragão

Mediador: Alexandre Serafini

19h – Mostra Competitiva Capixaba

• “Angorá” – Emerson Evêncio

• “We are each other” – Marianna Schmidt e Waldemar Teixeira

• “O Ano em que Fizemos Contato” – Erly Vieira Jr.

• “Men as Chess” – Cássio Siquara, Cristina Margon, Leandro Vieira, Maria Grijó e Tharllen Fonseca

• “Rap das 3 Raças” – Henrique Breciane

• “Café com Pernas” – Gui Castor

21h – Mostra Paralela de longa metragem

“Riscado” – Direção: Gustavo Pizzi – Cavídeo (RJ)

 

21/10 – SEXTA-FEIRA

10h – Seminário Produção Independente e Mercado Audiovisual – empresas participantes da Rodada de Negócios

Mediadora: Carla Osório

14h – II Rodada de Negócios do Audiovisual (Conexão de Saberes – 2º andar)

19h– Mostra Competitiva Capixaba

• “Locus” – Klaus Berg

• “Uma” – Alexandre Barcelos

• “A Sina do Gato” – Bruno Cabús

• “A Ladeira” – Iza Rosenberg

• “Raciocínio Animal – Banda Undertow” – Beto Castelluber

• “Tudo Bem?” – Eduardo Moraes

• “Milagre” – Luiza Lubiana

21h – Mostra Paralela de longa metragem

“A Alegria” – Marina Meliande e Felipe Bragança

 

22/10 – SÁBADO

15h – Encontro com realizadores

19h – Encerramento da VII Mostra Produção Independente da ABD Capixaba – A Sétima Arte vai ao mercado

– Lançamento do DVD Coletânea

– Apresentação de vídeo homenagem

– Premiação Mostra Competitiva Capixaba

21h – Lançamento do longa metragem “A Noite do Chupacabras” – Direção: Rodrigo Aragão (ES)

Anúncios

Obrigado por acessar o Nação Cineclube. Entraremos em contato.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s