A hora e a vez dos cineclubes

Os mais de 60 espaços alternativos de exibição em Santa Catarina mostram que a onda cineclubista chegou ao Estado. Santa Catarina já conta com cerca de 60 cineclubes e a tendência é aumentar.

O som desaparece, a tela fica escura, a luz acende e as crianças aplaudem. São três da tarde, em uma escola pública do bairro Armação, Sul de Florianópolis. Muitas delas, que têm entre quatro e seis anos, acabaram de assistir à primeira sessão de cinema na vida. Mas não foi em um desses cinemas multiplex, com tela gigantesca, imagens em três dimensões e áudio 5.1. Mas em um cineclube.

O espaço funciona graças a um marceneiro naval cujo hobby é projetar filmes: Vicente Pozzobon, que foi eleito o primeiro presidente da recém-inaugurada Federação Catarinense de Cineclubes. Em 2004, ele começou a projetar, sem compromisso, filmes alternativos que não entravam no circuito cinematográfico da cidade, e muito menos no bairro Armação.

“Começou como brincadeira e hoje virou uma confraternização. É no cineclube que o público forma uma visão crítica. O cinema não foi feito para educar, mas para ajudar as pessoas a formar um novo olhar sobre o cotidiano”, diz Vicente.

Nos últimos anos, observa-se no Brasil uma explosão do que o Ministério da Cultura chama de espaços alternativos de exibição. E em Santa Catarina não é diferente. Estima-se que existam cerca de 60 cineclubes em todo o Estado. A maioria deles surgiu com o compromisso de projetar e debater filmes, mas sempre graças à profissão de fé de alguns amantes do cinema que, muitas vezes bancando do próprio bolso, adquiriram equipamentos, espaço adequados, catálogo de filmes e, consequentemente, público.

“Há uma demanda por assistir e debater cinema que vai além das grandes salas, principalmente no que se refere à produção independente. Nesses casos, a janela disponível para passar esses filmes é o espaço dos cineclubes”, avalia Reno Caramori Filho, representante catarinense do Conselho Nacional dos Cineclubes.

Mas o cenário do setor de cineclubes nem sempre foi tão otimista. Uma iniciativa do Ministério da Cultura distribuiu equipamentos de projeção e um catálogo de filmes nacionais para diversos cineclubes do Brasil. O “Cine Mais Cultura” realizou oficinas de capacitação para funcionários dos cineclubes. Essa ação contribuiu para a explosão de cineclubes em um país que ainda concentra as salas comerciais de cinema em apenas 8% do território nacional.

De acordo com a secretária do audiovisual do Ministério da Cultura, Ana Paula Santana, o fortalecimento do cineclubismo é uma das prioridades da secretaria.

“Nós dispomos de um circuito de cineclubes que conta com 1500 espaços alternativos de exibição. Nossa meta é chegar aos 2500 lugares, mas com a qualidade devida e não só para fazer números”, explica a secretária.

Agora, o próximo passo será contabilizar o público nesses espaços alternativos. Hoje, os números de espectadores do cinema brasileiro não levam em conta informações dos cineclubes.

Um dos casos que ilustra essa discrepância aconteceu com “Terra Deu Terra Come”, vencedor do festival de documentários “É Tudo Verdade” em 2010. No circuito de exibição comercial, o filme somou 2.389 espectadores. Contando o número de espectadores apenas nos cineclubes que fazem o registro, o longa-metragem alcançou a marca de 14.116 pessoas.

“Acho que chegou a hora de democratizar o máximo o cinema. Quanto mais pessoas tiverem acesso, melhor”, conclui o cinéfilo Lucas Alves de Mattos, 24, frequentador assíduo do cineclube Ieda Beck, que funciona semanalmente na Travessa Ratclif, região central de Florianópolis.

“A ideia dos cineclubes é justamente mexer com o espectador e subverter a ordem”, explica Vicente Pozzobon. “A hora chegou!”

Publicado em 22/08-10:11 por:
Pedro Santos. Atualizado em 25/08-20:44

Obrigado por acessar o Nação Cineclube. Entraremos em contato.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s