Nota de Pesar do CNC / Gustavo Dahl (1938 – 2011)

É com tristeza e pesar que o CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros comunica o falecimento do grande amigo, companheiro, cineclubista, crítico, ensaísta, gestor público, montador e documentarista Gustavo Dahl, ocorrido na madrugada de hoje em Troncoso, Bahia.

Argentino de nascimento, mas brasileiro por opção, Gustavo Dahl dedicou praticamente toda sua vida às lutas pelo fortalecimento do cinema e do audiovisual, ocupando durante sua trajetória posições de extrema importância e destaque no contexto do desenvolvimento setorial. Dentre estes, pelo trabalho desenvolvido e resultados alcançados, merecem especial destaque a superintendência de comercialização da EMBRAFILME, a presidência da ABRACI – Associação Brasileira de Cineastas, do CONCINE – Conselho Nacional de Cinema, do CNDA – Conselho Nacional de Direito Autoral e da ANCINE – Agência Nacional de Cinema.

Ocupou ainda a relatoria do GEDIC – Grupo Executivo da Indústria Cinematográfica e a presidência do III CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, durante o qual foi eleito para também presidir a primeira diretoria do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema.

Montador e documentarista dos mais premiados, Gustavo Dahl teve sua carreira marcada pela participação e/ou direção em obras que ficaram para sempre registradas na história do cinema brasileiro.

Atualmente ocupava a gerência do CTAV – Centro Técnico do Audiovisual e ao qual estava dedicando integralmente sua habitual atenção, capacidade técnica, política e administrativa e generosidade ao trabalho de reforma e modernização.

Cineclubista convicto, Gustavo Dahl foi ainda um dos maiores entusiastas e apoiadores da criação da Programadora Brasil e da implantação, fortalecimento e ampliação de mecanismos voltados à democratização do acesso à produção audiovisual. E merece, portanto, todo o respeito e homenagens do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes e do movimento cineclubista brasileiro.

Estamos de luto e apresentamos aos familiares do amigo e companheiro Gustavo Dahl nossos mais sinceros votos de pesar, nosso reconhecimento pelo trabalho por ele desenvolvido em prol do cinema, do audiovisual e do cineclubismo brasileiro e, nossa certeza de que o seu espírito de luta, sua generosidade e seus ideais permanecerão vivos em nossos corações.

A DIRETORIA

CNC – CONSELHO NACIONAL DE CINECLUBES BRASILEIROS

Anúncios

Um comentário sobre “Nota de Pesar do CNC / Gustavo Dahl (1938 – 2011)

  1. Pingback: Gustavo Dahl: repercussão da morte « produtor.info

Obrigado por acessar o Nação Cineclube. Entraremos em contato.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s