tratamento do canal…sem anestesia

Em 3 de fevereiro de 2011 18:29, joeser alvarez escreveu:

Em entrevista polêmica, Francis Ford Coppola dispara:
“Quem diz que artista tem que ganhar dinheiro?”

Matéria originalmente publicada em O Tempo Online em 31 de janeiro de 2011.

Francis Ford Coppola levanta polêmica ao discutir questões como dowload e direito autoral

O aclamado diretor Francis Ford Coppola, que tem no currículo a trilogia “O Poderoso Chefão”, “Apocalypse Now”, dentre vários outros sucessos de público e crítica, refletiu sobre questões contemporâneas acerca do direito autoral e downloads gratuitos em uma entrevista concedida ao site “The 99 percent”.

Trechos extraídos da entrevista publicados no site Gizmodo Brasil, mostram que o cineasta assume uma posição radical acerca dos temas. “Talvez os estudantes que baixam filmes e músicas estejam certos. Talvez os artistas não devam ser pagos”, afirmou.

Coppola levanta uma discussão remetendo aos primórdios das produções artísticas: “Nós precisamos ser espertos nesses assuntos. É preciso lembrar que há míseros cem anos, e olhe lá, os artistas trabalham com dinheiro. Artistas nunca tiveram dinheiro. Artistas tinham um patrono, seja ele o líder do estado ou o duque de algum lugar, ou a igreja, ou o papa. Ou eles tinham outro emprego. Eu tenho outro emprego”.

Para quem não sabe, Coppola investe na indústria de vinhos, o que garantiu a ele, além de seus estrondosos sucessos de bilheteria, uma segurança financeira que muitos cineastas não podem se dar ao luxo de ter.

Em relação à tradicional ideia dos ídolos do rock serem milionários, Coppola também se posiciona: “Essa ideia de que o Metallica ou qualquer outro cantor de rock tem de ser rico é algo que não necessariamente vai acontecer daqui para frente. Porque, como estamos entrando em uma nova era, talvez a arte seja gratuita. Talvez os estudantes estejam certos. Eles devem ter o direito de baixar músicas e filmes. Eu vou levar um tiro por dizer isso. Mas quem disse que a arte custa dinheiro? E, portanto, quem disse que os artistas têm que ganhar dinheiro?”

Certamente o posicionamento do diretor, que possui mais de 40 anos de experiência na indústria cinematográfica, ainda vai reverberar muito pelos corredores do mainstream e do cinema independente.

A entrevista está no artigo de Ariston Anderson e pode ser lida na íntegra, em inglês, aqui.

FONTE: http://www.canalcontemporaneo.art.br/brasa/archives/003645.html

nós somos o público!
conselho nacional de cineclubes brasileiros

comunicacao2010.cnc@cineclubes.org.br

jbpn/2011

Um comentário sobre “tratamento do canal…sem anestesia

  1. Pingback: Tweets that mention tratamento do canal…sem anestesia « -- Topsy.com

Obrigado por acessar o Nação Cineclube. Entraremos em contato.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s